O Fluminense vive momentos distintos no Campeonato Brasílico e na Libertadores. A equipe comandada por Fernando Diniz amarga a zona de baixeza na necessário competição vernáculo, contudo pode se qualificar antemão para advogar seu epígrafe continental. Facto vença o Cerro Porteño nesta quinta-feira (16), às 19h (de Brasília), no Maracanã, o Tricolor garante onda no mata-mata.

Ainda assim, o time está debaixo de pressão. Nesta quarta-feira (15), véspera do jogo, integrantes de torcidas organizadas foram ao CT Carlos Castilho reivindicar contra Diniz, seus improvisos e erros dos jogadores que culminam no segundo pior orifício de Campeonato Brasílico do Flu na época dos pontos corridos.

Internamente, entrementes, o Fluminense blinda seus jogadores e acredita que as críticas externas nunca abalam o quadrilha. Fernando Diniz manteve suas convicções e o Tricolor terá mudanças para o jogo contra o Cerro Porteño.

Com oito pontos e na liderança do quadrilha A, o Flu se classifica antemão para a segunda temporada em acontecimento de êxito ingénuo. Até mesmo singular empate pode caucionar o Tricolor na próxima temporada, a começar de que o outro jogo da chave na rodada, entre Alianza Lima e Pescoço-Pescoço, nunca tenha campeão.

Diniz muda zaga e mantém improvisos no Fluminense

Por robustez de suspensões e ferida, o Fluminense terá mudanças para defrontar o Cerro Porteño na Libertadores. A dupla de zaga titular está à excepção de, e Diniz mexeu na equipe.

Contrariado, Fernando Diniz estilha com seu acudir, Eduardo Barros, em exercício nesta quarta-feira (15) no CT Carlos Castilho – Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Sem Manoel, lesionado, e Felipe Melo, represado, os dois zagueiros do Flu serão Felipe Andrade e Antônio Carlos. Na lateral-direita, o invasor Marquinhos segue improvisado, assim uma vez que o meia Lima, que fará novamente a missão de volante. Guga e Alexsander, opções das posições, estão relacionados no banco de reservas.

A escalação verosímil do Fluminense tem Fábio, Marquinhos, Felipe Andrade, Antônio Carlos e Marcelo; Martinelli, Lima e Ganso; Keno, Arias e Tubo.

Pavio critica Diniz, John Kennedy e reforços em agregação no CT

A quarta-feira (15) foi de protestos no Fluminense. Lideranças das principais torcidas organizadas do sociedade estiveram no CT Carlos Castilho e se reuniram com integrantes da diretoria. As reclamações foram muitas e direcionadas ao especialista Fernando Diniz, ao invasor John Kennedy, herói do epígrafe da Libertadores de 2023, aos reforços e a erros que levam a uma campanha perverso no Campeonato Brasílico.

Na zona do baixeza no Brasileirão, o Flu tem exclusivamente cinco pontos, embora tenha saído diante em cinco das seis rodadas. O time vem sofrendo com erros defensivos citados pelos torcedores em agregação com o vice-presidente Mattheus Montenegro e os diretores Fred e Paulo Angioni.

Os membros de organizadas igualmente criticaram as atitudes de John Kennedy, remoto por insubmissão nas últimas semanas, e os meias Renato Augusto e Gabriel Pires, reforços para 2024 que sofreram várias lesões na fase. Afinal, pediram o escopo dos improvisos promovidos por Fernando Diniz no time titular. A estilha foi considerada produtiva pelas partes.

Fluminense tem ótimos números na Libertadores

Se a campanha no Brasileirão nunca é boa, o Fluminense pode se sublevar de ótimos números na Libertadores. O Tricolor nunca perde há 12 jogos pela competição sul-americana, que conquistou em 2023.

A última guião foi para o River Plate, no Sério de Núñez, em 7 de junho de 2023, quase singular ano detrás. De acolá para aqui, foram sete vitórias, cinco empates e a taça da Libertadores de 2023, hoje exibida no actual museu do Fluminense na ambição civil de Laranjeiras, na zona austral do Rio de Janeiro.

Uma vez que está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na prosseguimento da fase:

  • Fluminense x Cerro Porteño — Libertadores — quinta-feira, 16 de maio — 19h (horário de Brasília);
  • Fluminense x Sampaio Corrêa — Despensa do Brasil — quarta-feira, 22 de maio — 20h (horário de Brasília).



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *