O Fluminense fez singular jogo apático e empatou sem gols com o Cerro Porteño, no Paraguai, pela Libertadores. O placar de 0 a 0 foi ajustado para uma saída em que as duas equipes produziram bem pouco.

Com o produto, o Flu segue líder do quadrilha A da Libertadores, com cinco pontos em três rodadas. O Cerro igualmente manteve o terceiro local na chave. O imediato jogo do Tricolor pela competição é unicamente no mês que vem, contra o Pescoço-Pescoço, em Santiago, no Chile.

— É árduo entrar numa zaga fechada, com singular chã demudado, bem fofo. O time estava extenuado. Libertadores é assim, actualmente é volver a chave para o Brasileirão — afirmou Renato Augusto depois o jogo.

Fluminense domina monopólio no rombo, contudo jamais é efetivo

O jogo começou com o Fluminense mandando na monopólio de globo e dominando as ações contra o Cerro Porteño. Porém o Tricolor repetiu singular de seus problemas recentes: foi pouco efetivo no abuso.

Com o condução de chã algo sumido, o time de Fernando Diniz jamais conseguia levar a globo até Arias, Marquinhos e Canudo, que participaram pouco. O colombiano foi quem mais tentou — e deu singular comoção ao desabar na superfície aos 27, contudo retornou.

Único pontapé de salvo da superfície de Germán Canudo foi a única finalização em gol do Flu em todo o avante temporada. O patagónio pegou de primeira, aos 32, e obrigou o brasílio Jean a se demorar todo para refrear que a globo entrasse.

André sofre ferimento e deixa o chã chorando

Se controlava o jogo, embora sem erigir excelência no placar, o Fluminense teve uma péssima comunicação no final do avante temporada. Em uma escabroso dividida, André levou a pior e se lesionou.

O volante do Tricolor deixou o chã chorando, bravo nos médicos do agremiação. No banco de reservas, ele seguiu com o face tumefacto e encarnado pelos prantos. Lima entrou em seu local, o que deixava o Flu, em tese, mais hostil. Porém nem isso mudou bem o quadro do avante temporada. O Cerro Porteño teve uma boa chance, aos 48, com Piris da Motta, que chutou escabroso de salvo e parou em extenso resguardo de Fábio.

Fluminense faz jogo filantropo contra o Cerro Porteño

O Fluminense pareceu nem haver invertido do vestiário. Mesmo contra singular contendedor que jamais levava transe, o Tricolor fazia singular jogo filantropo, sem aventurar no abuso nem tentar zero de demudado do condução para a dianteira.

A saída, logo, ficava perigosa. Os donos da vivenda tinham a rastilho empurrando sua equipe, embora o La Nueva Olla jamais estivesse lotado. Em contra-ataques, do predisposição que dava, o Cerro Porteño quadra mais direto e encontrava espaços na lenta recomposição do Flu. Aos 22, singular interceptação que a resguardo tricolor furou quase virou gol contra de Marcelo, contudo Cecílio Domínguez chutou para trás.

Sem John Kennedy, remoto por insubmissão, o Tricolor tinha poucas alternativas para ser ofensivo no abuso. Isso ficou níveo com as mexidas zero ousadas de Diniz: entraram Douglas Costa, Renato Augusto e Antônio Carlos, contudo saíram Marquinhos, Ganso e Felipe Melo. Nenhuma mexida na arcabouço do time. As mudanças foram pouco efetivas. O Fluminense ficou com o meio-campo despejado e jamais tentava a globo longa para o abuso, onde Renato e Douglas entraram.

Arias baliza, contudo gol do Fluminense é eliminado velo VAR

O melhor conjuntura do Fluminense na segunda lanço acabou eliminado velo perito de vídeo. Em bate e alarme na extenso superfície, Arias matou a globo supostamente na mão e acertou o travessão. No rebote, a globo se chocou na carola de Arzamendía e balançou as redes do Cerro Porteño.

A revisão demorou três minutos e manteve a marcação do perito Esteban Ostojich, que marcou carência do colombiano na matada. As imagens divulgadas pela Conmebol na transmissão do Paramount+ eram inconclusivas: singular ângulo parecia referendar a determinação da arbitragem, com singular toque de mão, contudo outro mostrava uma matada na coxa. Sem afirmação, o gol foi eliminado.

Na sequência, singular comoção: Piris da Motta subiu mais que todo globo em interceptação de Benítez e cabeceou escabroso, para insignificante, contudo Fábio salvou o Fluminense com uma linda resguardo.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *