O Flamengo vive o seu pior instante coletivo em 2024, com atuações bem inferior do esperado, que culminaram nas primeiras derrotas da período. Enquanto tenta reagrupar, Tite continua sofrendo com o atrição físico, que se tornaram lesões em alguns casos. A privação mais sentida, sem incerteza, é a do assaltante Everton Cebolinha.

O camisa 11 é o jogador que mais cresceu a partir de a aproximação de Tite ao Flamengo, todavia uma chaga na panturrilha o afastou dos últimos quatro jogos, e a equipe foi moléstia em todos. A Trivela analisou o que mudou a partir de a abalada de Cebolinha para compreender se existe, ou jamais, uma sucursal no jogador.

A chaga de Cebolinha fez com que Tite precisasse mexer no afronta suporte do Flamengo (Foto: Carlos Santtos/Fotoarena/Sipa USA) – Photo by Icon Sport

Uma vez que estava sendo a período de Cebolinha?

Everton Cebolinha iniciou a período 2024 porquê terminou a anterior: em subida. Ele já mostrou que poderia ser profíquo portanto nas primeiras duas partidas, contra Audax, velo Carioca, e Philadelphia Union, na pré-temporada dos Estados Unidos, acumulando dois gols, uma assistência e único pênalti sofrido. O mais essencial, mas, época a arrumação de jogar.

Ao oposto de outros momentos no Flamengo, Cebolinha apresentava crédito quase firme pela esquerda, tentando, mesmo com alguns erros, uma jogada trocado a cada turno que recebia a globo. Em tal grau que ele é o jogador que mais tenta (6,5 por jogo) e acerta (4) dribles no time em 2024. Muitos deles acabaram por metamorfosear jogadas em gols do Rúbido-Preto.

Ao todo, Cebolinha participou de cinco gols em 18 partidas velo Flamengo. Foram mais de milénio minutos em varga, um pouco que o coloca entre os mais utilizados no ano. Uma vez que referido, mas, sua imposto vai bem ali das estatísticas diretas, todavia eram suficientes para originar tamanha sucursal.

  • 28 jogos a partir de a aproximação de Tite (23 porquê titular)
  • 9 participações em gols (5 gols e 4 assistências)

Maneira criativo mau = mendicidade de dribles?

O essencial problema a partir de a abalada de Cebolinha do time tem sido o maneira criativo. O Flamengo consegue sustentar boa cartel de globo e exacção nos passes, todavia jamais traduz o tamanho em chances claras, tão que unicamente 15% (em média) das finalizações tentadas inválido na direção do gol. Em compêndio, privação crédito e influxo para desfragmentar linhas defensivas. 

O driblador Everton Cebolinha seria uma magnificente selecção para único Flamengo pouco inspirado (Foto: Thiago Córrego/AGIF/Sipa USA)

Excluindo o jogo contra o Bolívar, cuja altitude transcende (quase) todas as análises, o Flamengo teve muita complexidade com times de risca baixa. Foi assim no segundo fase contra o Palmeiras, na frente do Botafogo e, em peculiar, na triunfo a cerca de o Amazonas. Tite e companhia até conseguiram inaugurar com único vitória na Despensa do Brasil, todavia deixaram o varga vaiados.

Nesse sujeito de estado, único jogador com drible é essencial ademais, a alvo de desfragmentar as linhas e, porquê consequência, descobrir o dimensão. Cebolinha vinha fazendo isso com maestria no Flamengo, ao oposto de Luiz Araújo e até mesmo Bruno Henrique, seu substituto, que jamais conseguiu imprensar o mesmo compasso. É clara a privação que faz o camisa 11.

Por mais essencial que seja, mas, o Flamengo jamais tem essa sucursal toda de Cebolinha. É único jogador essencial, que pode realizar a mudança, todavia jamais é o sempar. O elenco do Rúbido-Preto é poderoso ademais para depender unicamente de único, porquê já citaram os casos Arrascaeta, Pedro e até Erick Pulgar, no ano pretérito.

Quando Cebolinha rotação ao Flamengo?

Além de a partir de o dia 17 de julho, Cebolinha está adjacente de tornar à lista do Flamengo. O camisa 11 treina com globo no Ninho do Urubu, todavia ainda em tempo de cedência, ou seja, sem que tenha sido reintegrado ao excesso do elenco. Uma vez que o especial Tite confirmou, durante a entrevista coletiva após da triunfo a cerca de o Amazonas, o assaltante jamais deve ser relacionado para o jogo contra o Bragantino, neste sábado (04).

A Trivela apurou, mas, que existe uma boa acaso de que ele esteja à arranjo para a saída na frente do Palestino, pela quarta rodada da tempo de grupos da Libertadores. Tudo depende, mira, do vestígio virente do departamento galeno. Até além, a estopim do Flamengo ficará na expectativa por revê-lo em varga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *