Fluminense vira no objectivo, vence o São Paulo e captura inédita Despensa do Brasil sub-17

Foi com tremor. Porém o Fluminense, por fim, foi vencedor da Despensa do Brasil sub-17 pela primeira turno. Com uma viradela espetacular e gol no derradeiro minuto de Riquelme Felipe, os Moleques de Xerém bateram o São Paulo por 2 a 1 no Raulino de Oliveira, em Giro Redonda, e conquistaram a taça que nenhuma das badaladas gerações da esteio do associação havia apanhado.

O especialista Felipe Canavan, que comandou o Flu ao epígrafe, foi uno desses meninos que teve Xerém porquê vivenda e chegou até os profissionais, sem bem triunfo. Presentemente, ele entra na raconto do associação de outra feição, levando para o Plaino das Laranjeiras uma taça inédita.

Em 2018 e 2020, o Fluminense bateu na trave e ficou com o vice-campeonato para Flamengo e São Paulo, respectivamente. A triunfo em 2024, portanto, igualmente serve porquê revanche contra os paulistas.

A “Flotilha 07”, porquê é conhecida a criação campeã, segue fazendo raconto nas divisões de esteio. O time que ficou invicto por uno ano em 2022 e conquistou sete taças em 2023 presentemente dá a Xerém uno epígrafe incrível, com a participação de suas grandes esperanças: Riquelme, o herói, e Isaque, bombeiro e melhor jogador do campeonato, que fez o avante gol do Flu na determinação.

Veja todos os campeões da Despensa do Brasil sub-17

  • 2013 — São Paulo
  • 2014 — Atlético-MG
  • 2015 — Triunfo
  • 2016 — Corinthians
  • 2017 — Palmeiras
  • 2018 — Flamengo
  • 2019 — Palmeiras
  • 2020 — São Paulo
  • 2021 — Flamengo
  • 2022 — Palmeiras
  • 2023 — Palmeiras
  • 2024 — Fluminense

Fluminense bateu na trave com outras gerações badaladas

A Flotilha 07 é atualmente a criação mais badalada das divisões de esteio do Fluminense em Xerém. Antes, as precursoras foram a “Máquina” (nascidos em 97), “Criação de Ouro” (nascidos em 2001) e a “Criação dos Sonhos” (nascidos em 2003).

As equipes conquistaram outros títulos importantes, porquê o Brasileirão sub-20 de 2015, com a Máquina, e o Brasileirão sub-17, com a Criação dos Sonhos, salvo taças estaduais, interestaduais e internacionais. Nenhuma delas, entrementes, havia apanhado a Despensa do Brasil sub-17. Ficou para a Flotilha.

As gerações mais famosas do Fluminense até a Flotilha 07

  • Máquina 97: O time revelou jogadores porquê Marcos Felipe, Douglas, Gerson, Pedro, Paulinho, Danielzinho e Léo Pelé para o futebol brasiliano. A criação, entrementes, chegou aos profissionais em uno instante malvado do Fluminense e nunca conquistou títulos lã time precípuo. A espaçoso taça foi a Al Kass International Cup, no Espiolhar, o Mundial de Clubes da estrato sub-17, vencendo o PSG.
Criação de Gerson e Kenedy no Fluminense, Máquina 97 fez raconto em Xerém – Foto: Disseminação/Fluminense FC
  • Criação de Ouro: A equipe teve muitos títulos nas divisões de esteio e, transformado da Máquina, viu suas joias brilharem igualmente no time precípuo do Fluminense. Calegari, André e Martinelli foram campeões da Libertadores, e Luiz Henrique igualmente fez parcela do epígrafe do Campeonato Carioca em 2022. Jovens porquê Marcos Paulo e João Pedro igualmente foram apoiado, todavia acabaram negociados bem cedo. A equipe conquistou tudo que podia em níveis estadual e interestadual, todavia bateu na trave em conquistas nacionais, ficando com o vice da Despensa do Brasil sub-17 para o Flamengo em 2018.
  • Criação dos Sonhos: Ainda apoiado juvenil, a Criação dos Sonhos tem seus representantes no atual elenco do Fluminense e igualmente viu suas joias conquistarem a Libertadores. Matheus Martins, Kayky e Metinho foram vendidos bem cedo, todavia Alexsander, Justen, Arthur e João Neto chegaram a participar da rol de inscritos no time vencedor em 2023, ali do herói John Kennedy. Eles igualmente entraram em plaino lã Campeonato Carioca e mesmo com pouco fase entre os profissionais, já faturaram títulos.
Alexsander e John Kennedy são destaques da Geração dos Sonhos no Fluminense - Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC
Alexsander e John Kennedy são destaques da Criação dos Sonhos no Fluminense – Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

Porquê foi a viradela que deu o epígrafe ao Fluminense

Debaixo de resistente ardor em Giro Redonda, o jogo começou árduo para o Fluminense. Então aos 18 minutos da primeira lanço, Gustavo abriu o placar para o São Paulo e colocou pressão nos Moleques de Xerém, que jogavam “em vivenda”. O time do Flu, entrementes, soube mourejar com o instante e seguiu atuando ao seu estilo, com mais privilégio de globo e transe no ofensiva.

No segundo fase, o Tricolor portanto empatou o placar. O lateral Caio Borges foi tombado na superfície e a arbitragem marcou pênalti aos 13 minutos. Na cobrança, o bombeiro nunca perdoou. Isaque foi para a globo, deslocou João e deixou tudo afim na final da Despensa do Brasil sub-17.

A zarpar dali, o jogo ficou simples. O Fluminense pressionava, todavia foi o São Paulo quem balançou as redes com Igor. A arbitragem, entrementes, marcou correto encalhe. Singular consolação para a mecha do Flu memorial em Giro Redonda.

Riquelme Felipe marcou o gol do título do Fluminense na Copa do Brasil sub-17 aos 51 minutos do segundo tempo - Foto: Leonardo Brasil/Fluminense FC
Riquelme Felipe marcou o gol do epígrafe do Fluminense na Despensa do Brasil sub-17 aos 51 minutos do segundo fase – Foto: Leonardo Brasil/Fluminense FC

Quando tudo parecia se guiar para uno empate no fase estável, uno contra-ataque fulminante puxado por Riquelme Felipe acabou em uno airoso gol do camisa 10, no derradeiro minuto. O juvenil passou para Isaque, que abriu para Wesley Natã na bico esquerda. Wesley passou pela zaga e cruzou para trás, onde encontrou Riquelme vago para ancorar disposto no quina e volver herói. O berro de “é vencedor!” por fim pode ser entoado na Despensa do Brasil sub-17.



marcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *