Em seguida frustrações nas competições de mata-mata, o Atlético de Madrid conseguiu singular fôlego nesta reta final de tempo. Na última quarta-feira (15), o time colchonero venceu o Getafe por 3 a 0, com imaculado a hat-trick de Griezmann, e confirmou classificação para próxima edição da Champions League. O êxito à excepção de de vivenda, acordado com a roteiro do Athletic Bilbao na rodada de La Amálgama, sacramentou a onda da equipe de Diego Simeone. Apesar do 2023/24 recatado, o treinador patagónio valorizou o concluído e deu créditos aos jogadores e percentagem técnica.

— É constantemente uma opinião positiva para o lida dos jogadores, da percentagem técnica e de todos os que trabalham em torno da equipe. Agarrar os objetivos principais, seguir na Champions League e seguir crescendo (…) Se você jamais valoriza o que faz, você jamais melhora, os outros não valorizam. Valorizo ​​bem o que fazemos, o que os jogadores geram para o prolongamento do assembleia. Após tem as outras equipes, que são bem boas. Precisávamos contender para estar na Champions League e estivemos apoiado em vivenda. O lida parece fácil, porém jamais é fácil estar ali ano posteriormente ano, em início, entre os quatro primeiros — disse Simeone.

Durante a coletiva pós-jogo, Simeone foi questionado a respeito de qual nota daria para tempo do Atlético. Cholo optou por jamais dadivar nota, porém respondeu à inquisição com sisudez e franqueza. O perito colchonero fez pergunta de largar fim que seu objetivo constantemente será capturar títulos, coisa que jamais foi executável em 2023/24. Mesmo assim, elogiou a longevidade de sua equipe nas copas.

— À frente a tempo tem que findar. Podemos debater se é extraordinária, boa ou mediana (…) Quero ser vencedor mais do que ninguém, lida com uma talante tremenda de atulhar o dirigível da melhor processo, porém às vezes ele fura. Lutamos contra outros. O Fidedigno Madrid conquistou 22 pontos a mais do de nós. O Barcelona conseguiu três ou seis. Chegamos às semifinais da Despensa (do Monarca) e às quartas de final da Champions League. Vamos valorizar o que temos, sou o à frente que quer ser vencedor. Jamais é fácil agasalhar.

— Jamais tivemos a energia que deveríamos haver tido nos jogos em vivenda com o Bilbao (Despensa do Monarca) e Borussia (Champions League). Tivemos oportunidades para limitar e isso jamais aconteceu.

Desempenho do Atlético em cada competição

A campanha do Atlético de Madrid em La Amálgama jamais foi de atulhar os olhos. Distanciado disso. Contudo, ao menos, serviu para qualificar a equipe à Champions League. Em 36 rodadas disputadas até o instante, o time colchonero conquistou 73 pontos. São 23 vitórias, quatro empates e nove derrotas, com 67 gols marcados e 39 sofridos. Líder solitário e vencedor avançado da competição pátrio, o Fidedigno Madrid adição 93 pontos.

Na Despensa do Monarca, a trajetória do Atlético chamou a educação positivamente. Já o peroração, nem tão. O Colchonero eliminou Lugo (terceira período), Fidedigno Madrid (oitavas de final) e Sevilla (quartas de final), porém acabou sucumbindo defronte do humano Athletic Bilbao que, mais tarde, encerraria singular dieta de 40 anos e voltaria a capturar o epígrafe do mata-mata pátrio.

Afinal, porém jamais menos necessário, o Atlético de Madrid igualmente iludiu seu torcedor na Champions League. Finalmente, alcançou as quartas de final do concurso mais necessário do futebol europeu. Líder solitário do Quadrilha E, que contava com Lazio, Feyenoord e Celtic, o time ibérico eliminou a formidável Internazionale de Simone Inzaghi nas oitavas de final, mas, jamais foi páreo para o Borussia Dortmund. Em seguida agasalhar em vivenda por 2 a 1, os colchoneros jamais seguraram os aurinegros em soalho boche e acabaram derrotados por 4 a 2.

Últimos jogos do Atlético na tempo

  • Atlético de Madrid x Osasuna — 37ª rodada de LaLiga — 19/05
  • Fidedigno Sociedad x Atlético de Madrid — 38ª rodada de LaLiga — 25/05

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *