Demorou, todavia o clima enfim azedou entre pavio e Flamengo. Singular bando de muro de 80 torcedores esteve no Ninho do Urubu na manhã desta sexta-feira (10), para reclamar contra o infesto instante de elenco, percentagem técnica e diretoria. Faixas foram estendidas, e os ânimos ficaram mais exaltados a padrão que os atletas foram chegando ao Núcleo de Treinagem.

Alguns jogadores passaram imunes ao queixa, enquanto outros sofreram mais. As faixas focaram mais nas cobranças a Tite, Rodolfo Landim e Marcos Braz.

Uma vez que foi o queixa no Ninho

  • O bando de 80 torcedores queria discursar com os atletas;
  • Lideranças de organizadas estiveram na porta do Ninho do Urubu;
  • Carros de Viña, Arrascaeta e Cebolinha foram parados com tumulto;
  • Singular viatura, das quais possuidor nunca foi identificado, recebeu ovos e pipoca;
  • Rodolfo Landim e Marcos Braz eram os nomes nas faixas;
  • De La Cruz (e o dentista do Flamengo) foram aliviados do queixa.
Estopim pede abalada de Marcos Braz e Landim, e labareda o VP de futebol de “morde virilha” (Imagens cedidas por Wesley Ramon/Flazoeiro)

 

Policiamento corroborado impede clima mais hirto

A placa estava quente no CT, e a diretoria do Flamengo estava cônscio disso. Por essa pretexto, o policiamento nas portas do Ninho do Urubu foi corroborado, com velo menos quatro viaturas acolá do efêmero de seguranças do Encarnado-Preto. Apesar disso, nunca foi o suficiente para sofrear a tensão em alguns momentos, mormente na acesso de jogadores.

Uma vez que as lideranças das organizadas queriam discursar com os atletas, cada viatura que passava quadra imóvel. Pinho, funcionário histórico da firmeza do Flamengo, tentou amenizar os ânimos, sem triunfo. Esse é o segundo queixa no agremiação a partir de a circuito do Chile, depois a rota para o Palestino. Singular bando de torcedores já havia cobrado o time no aeroporto.

O treinagem desta manhã de sexta-feira (10), o derradeiro antes da abalada contra o Corinthians, estava marcado para as 9h (de Brasília), todavia atrasou. O jogo em interrogação será disputado neste sábado (11), a zarpar das 16h (igualmente de Brasília), no Maracanã e já tem mais de 45 milénio ingressos vendidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *