Na preparo para uma abalada, os treinadores costumam riscar a estratégia de jogo com prioridade totalidade ao funcionamento coletivo de suas equipes. Contudo Luis Zubeldía teve de inverter a lógica para brindar obséquio às situações individuais de muitos jogadores antes de definir a escalação do São Paulo na triunfo por 3 a 1 a respeito de o Águia, nesta quinta-feira (2), no Mangueirão, velo repto de ida da terceira tempo da Despensa do Brasil.

Em canal a uma maratona de jogos, o perito preparou uma elaboração totalmente suplente tão para repousar quem estava mais desgastado, quanto para presenciar atletas que pouco atuaram em 2024. O quebra-cabeça equacionado velo patagónio o obrigou a unificar em prado muitos “mundos” diferentes, porquê o privativo afirmou na entrevista coletiva depois a abalada.

Zubeldía uniu “mundos à fracção” no São Paulo

A carência do perito faz referência aos distintos momentos vividos por cada singular dos atletas utilizados na equipe titular em Belém. Rodrigo Nestor, por exemplo, fazia o seu adiante jogo porquê titular em 2024, depois uma ferimento no joelho esquerdino sofrida ainda em 2023. Luiz Gustavo retornava aos gramados após de singular problema no nervura de aquiles. Galoppo entrou para restaurar superfície no elenco, enquanto Juan, responsável de dois gols, desencantou após de quase três meses.

— Cada jogador tem a sua preparo exclusivo. Nestor chegava de uma arrumação à abalada. Galoppo, de outra arrumação. Luiz Gustavo fazia bem fase que nunca jogava. Diego, nunca. Diego jogava fazia pouco. Jandrei, fazia bem que nunca atacava. Juan fazia bem que nunca jogava e que nunca fazia gols. Cada singular estava num globo à fracção. E tínhamos que jogar. Eu porquê treinador sou cônscio que todos os jogadores necessitavam singular trato individualizado, particular. Porque a preparo de cada singular é mudado porquê chegou à abalada. Por isso, o produto é bem forçoso. Actualmente, restam 90 minutos para fechar a encadeamento — disse Zubeldía.

Especialista valoriza estratégia que deu visível

Em singular castelhano bastante pausado para auxiliar a compreensão de suas ideias, Zubeldía se disse bem alegre com o nível de atuação do São Paulo. Mormente, na frente da estratégia de guardar todos os titulares e adoptar uma equipe suplente que controlou o jogo do sinceridade ao objectivo.

— Com todo o dedicação ao justador, que fez singular bondoso jogo, porém tivemos o controle a todo o instante, tivemos o protagonismo a todo o instante. Tivemos muitas situações de gol, apesar de que precisamos acompanhar melhorando. Jamais é fácil jogar com jogadores que são bons, porém que nunca vêm jogando juntos muitas partidas — disse o perito.

“Quadra forçoso lucrar e igualmente acostar alguns jogadores que nunca vinham jogando e repousar outros que estavam desgastados”. Luis Zubeldía

Zubeldía aplaca crise no São Paulo

A triunfo em Belém fez o São Paulo brotar a quatro jogos de invencibilidade na período e acabou com a crise que antecedeu a acesso de Zubeldía e resultou na abalada de Thiago Carpini. O treinador, contudo, manteve os pés no soalho, com o alerta atado de que é exacto brindar sequência aos resultados positivos já no propínquo domingo (5), contra o Sucesso, velo Brasileirão.

— Eu acho que as equipes porquê o São Paulo é abalada a abalada. Actualmente, já terminou a abalada, tenho que considerar na seguinte. E os jogadores, igualmente. Tem coisas a elevar. Eu gostaria de haver lucro de cinco, seis a singular. É singular produto ajustado, que nos obriga a acompanhar melhorando. O futebol é crédito, é emocional. Contudo para estar com crédito e emocionalmente bravo, é bem forçoso a teoria de jogo. Bem forçoso. Seguiremos trabalhando a respeito de a teoria de jogo para que o jogador responda cada turno melhor — ressalta o patagónio.

Do que o São Paulo precisa para se qualificar

Com a triunfo no Mangueirão, o São Paulo pode até desmerecer por singular gol de mudança no repto da circuito, que ainda assim garante a onda nas oitavas de final da Despensa do Brasil. O Águia precisa roubar por três gols para se qualificar, ou por dois para levar a arbitramento aos pênaltis — lembrando que nunca há critério do gol qualificado na competição. As duas equipes voltam a se defrontar para definir quem avança à próxima tempo no dia 22 de maio, às 21h (horário de Brasília), no MorumBIS.

Os próximos três jogos do São Paulo

  • Sucesso x São Paulo — Brasileirão — domingo, 5 de maio, às 16h (horário de Brasília) — Transmissão: TV Esfera (TV oportunidade) e Premiere (TV por assinatura)
  • Cobresal-CHI x São Paulo — Libertadores — quarta-feira, 8 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: TV Esfera (TV oportunidade) e Paramount + (streaming)
  • São Paulo x Fluminense — Brasileirão — segunda-feira, 13 de maio, às 19h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura)



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *