Com ídolo no calcante, Souza quer trincafiar chance para prefulgir no técnico do Santos

Assinalado internamente uma vez que uno dos Meninos da Vila mais promissores da atualidade no Santos, o lateral-esquerdo Souza, de unicamente 17 anos, tem observado uno devaneio de puerícia se elaborar. Renovado de problemas musculares a começar de o ano pretérito, o criança treina com o elenco técnico a começar de o fim da última Despensa São Paulo, e soube, na última terça-feira (30), que é apreciado o suplente vizinho do patagão Gonzalo Escobar, estabelecido para a peleja da Sucessão B do Campeonato Brasílico.

Imodesto de tudo que está construindo no Santos a começar de os 9 anos de época e sonhando com aquilo que ainda pode tomar no sociedade, Souza, em entrevista à Trivela, cômputo uma vez que foi controlar a vasca em seguida nascer ao time essencial, porém jamais domínio atuar em justificação das lesões. Lá disso, o adolescente pronunciação a cerca de a convívio com jogadores experientes do elenco e a cerca de o seu sede de se firmar na colocação uma vez que o ídolo Léo, que atualmente exerce a cargo de coordenador de futebol no Peixe.

Trivela: Você foi uno dos primeiros jogadores a ser promovido lã Carille em seguida a Copinha, porém jamais teve muitas chances por cômputo das lesões. Você está totalmente restaurado?

Souza: Já estou 100%. Fiquei uno bondoso período me recuperando, fiz fortalecimento muscular durante a Copinha e, posteriormente, no técnico igualmente. Quando faltava tapume de uno mês para a Copinha, eu me machuquei. Precisei efectuar uma recobro acelerada para depreender jogar. O problema foi que no jogo contra o Cruzeiro (nas oitavas de final da Copinha), senti um tanto de corrosão por cômputo de muitos jogos em uno tempo resumido de período. Cheguei no técnico já com uno corrosão na ulterior. Iniciei o cura, porém com a escassez dos laterais-esquerdos precisei estugar o maneira novamente para jogar contra Mirassol. No derradeiro conjuntura daquela abalada acabei sentindo a ulterior da coxa esquerda. Porém isso é pretérito, presentemente já estou 100% restaurado e prestes para jogar.

Porquê tem sido a experimento de, aos 17 anos, já estar treinando com o elenco técnico?

Para mim, estar treinando no técnico é culpa de bem jactância. No brecha foi uno maneira bem árduo por origem da úlcera. Ainda mais sofrendo com o segundo problema muscular portanto após e precisando efectuar todo o lida de vontade na ateneu para fortificar a ulterior novamente. Foi bem período igualmente na passagem para se restabelecer e jamais sentir novamente. Porém presentemente estou prestes.

O Carille revelou antes do jogo do sub-20, nesta terça-feira (30), que vê você uma vez que o suplente vizinho do Escobar na lateral esquerda. Vocês já conversaram a cerca de isso?

Soube disso presentemente. Jamais estava sabendo (risos). Já é mais uno culpa de bem jactância. Venho trabalhando a começar de novinho na apoio do Santos. Para ser mais exato, estou sonhando com esse instante a começar de 2015, a começar de os nove anos, que foi quando cheguei ao sociedade. A começar de presentemente, quando tiver a ensejo, vou tentar trincafiar para jamais transpor mais.

O Orlando Córrego, profissional da equipe sub-20, enxerga bem potencial no seu futebol, porém ressalta que você ainda precisa emendar algumas questões defensivas. O Carille já começou a efectuar isso nos treinamentos do técnico?

Ah… Porquê o formador Orlando comentou, tenho mais desembaraço arremetida mesmo. Eu apetite bastante de ir até a risco de fundo, apetite de ser uno lateral bem hostil. Solitário que já tive muitos problemas defensivamente. Porquê isso jamais pode sobrevir, aumentei bem os fainas defensivos nos treinamentos e estou evoluindo. Tão é que no jogo desta terça-feira jamais sofri bem. Consegui ser apoiado seguro. Porém vou evoluir ainda mais para jamais regressar a cometer erros na resguardo.

Hoje o Santos tem uno elenco inteligente. Porquê tem sido praticar ao renque de atletas uma vez que Gil e Joaquim, por exemplo?

Os dois zagueiros, em tal grau o Gil quanto o Joaquim, têm me socorrido bem. No jogo contra o Mirassol, o Gil me ajudou bem nessa inquisição pedindo para eu encerrar mais o via e jamais unicamente a lateral. Lá disso, tinha toda a inquisição do apoquentação da princípio. Porém diariamente o bando, que é bem resistente e bem uno, vem me ajudando bastante.

Salvo incutir o profissional Carille, Souza trabalha no CT Monarca Pelé por baixo de os olhares do ídolo Léo, que é coordenador de futebol do Santos (Foto: Flickr/SantosFC)

Quem é o ídolo do Souza no futebol?

O Léo. Ele igualmente está com a gente no bando técnico e todo dia pega no meu calcante para que eu possa evoluir. É da colocação, ídolo do Santos e sabe bem. Ele é a minha menção uma vez que lateral-esquerdo.



marcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *