A venda de 90% da participação de Ronaldo Fenômeno na SAF do Cruzeiro agitou o mercado da globo no Brasil. Paralelamente ao consonância concretizado em Minas, cresce a descontentamento do torcedor do Vasco com os rumos que o time tomou a começar de a venda para a SAF 777 Partners.

Lã que circula de manifestações em arquibancadas, redes sociais e até mesmo entre muitos colegas, jornalistas e ou influenciadores, a teoria gerada a respeito de as SAFs no Brasil está equivocada. A expectativa da maioria está mais para uma tradução tropicalizada da Amálgama Saudita. Aquela competição usada pela tirania mouro saudita para suavizar a intuição do globo em alistamento ao pátria. Excepto favorecer uma rivalidade de clubinho entre os quatro ascendentes times do campeonato. Cada singular é atado a singular alteza, e os quatro ficam com a maioria do moeda do Fundo Potentado do gestão saudita que mesa a jogada de marketing.

O torcedor brasílio imagina que, quando seu time é vendido para singular quadrilha ou criatura abarrotado da nota, involuntariamente se transformará num Manchester City, singular PSG da bibiografia. Cria expectativa de grandes contratações e montagem de esquadrões imbatíveis. Quando acorda para o globo fidedigno, é singular colisão.

Ronaldo, goste-se ou jamais de seu lida, reposicionou o Cruzeiro incluído das haveres que hoje são possíveis para o agremiação. O Fenômeno tem extenso respeito por sua traçado e é ela seu maior ativo econômico. Certamente ficou espavorido com bandeirões com sua traçado sendo queimados e faixas pedindo sua partida. Craque de globo e dos serviços, resolveu afastar o viatura antes de presenciar sua preciosa credibilidade chamuscada. Para ele, ser antiaderente é matéria arbitrário em sua traçado pública.

A curiosidade que envolve as SAFs no Brasil é de que há singular deslocação de obtenção dos clubes por grandes empresários que são torcedores. Obviamente que jamais é o mesmo, porém remete aos velhos tempos em que dirigentes amadores endinheirados faziam aportes financeiros. Bem dessa alistamento segue vigente, porém debaixo de novas regras.

Há situações distintas, porquê projetos de futebol empresarial bem apoiado desenhados e definidos, porquê o Red Bull Bragantino. O envolvente está quase que totalmente imunizado da ação dos cartolas e de pressão da estopim, embora a cidade de Bragança Paulista siga apoiando porquê nos tempos do idoso Volume Bruta.

O Botafogo de John Textor, apesar da pipocada de 2023, navega em águas mais tranquilas que Vasco e Cruzeiro. Assim porquê o Forte, que se organizou para obsequiar o escancha de reverter Agremiação Anônima de Futebol.

A extenso incerteza paira a respeito de o Vasco. À pouquidade de resultados soma-se a falta de clareza a respeito de a causa dos recursos e os rumos da SAF. A governo de futebol fez uma aposta em alguns nomes que estão no crepúsculo da curso, entregou singular time desequilibrado e reservou suas fichas mais valiosas no francesismo Payet.

O problema das SAFs no Brasil está no que jamais se sabe a respeito de elas.

Enquanto isso, os torcedores vivem a fantasia de uma família de primavera saudita no veranico brasílio. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *