O jogo no MorumBIS foi ótimo, porém o Fluminense nunca vai possuir boas lembranças. O time de Fernando Diniz — que foi exceptuado — saiu diante, porém cedeu mais uma viradela do Campeonato Brasiliano, que começa a permanecer árduo. A guia por 2 a 1 para o São Paulo colocou o Flu na zona de infâmia da competição.

De zero adiantou uma atuação melhor do que nos últimos jogos, já que o Fluminense errou mais e nunca pontuou mais uma turno. Com unicamente cinco pontos em seis jogos, o time está na 17ª adaptação e precisará brindar cortesia à competição.

Fluminense dá sustos, porém sai diante no MorumBIS

O Fluminense levou a vale singular time bravo desfigurado para arrostar o São Paulo. O arrumação de jogo estação o mesmo, porém as peças, nunca. Felipe Melo, Marcelo e Tubo foram poupados, e porquê já nunca teria Ganso, detido, a equipe de Fernando Diniz iniciou com mudanças.

A pouquidade de entrosamento possivelmente explique muitos erros técnicos do time. Foram passes, movimentações e decisões equivocadas no fenda do jogo, o que rendeu alguns sustos. Fábio, participativo com a esfera, falhou ao menos duas vezes, porém conseguiu reparar em chances de Juan e Rodrigo Nestor.

Keno completou boa jogada de recém reintegrados e abriu o placar para o Fluminense – Foto: Icon Sport

Todavia foi a abalada com o goleiro que ajudou o Fluminense a afastar o placar. Ao condicionar a marcação do São Paulo, o time de Diniz teve superfície para a esfera longa. Fábio lançou, e o doesto funcionou.

Titulares pela primeira turno depois serem afastados por insubordinação e reintegrados, Alexsander e Kauã Elias tabelaram e o agressor achou Keno. Retornando de ferimento, o camisa 11 tocou por alto de Rafael, a esfera voltou nele, e dividida com Igor Vinícius, acabou nas redes.

São Paulo empata em irregularidade de Fábio no estilo do Fluminense

É uma tônica no Campeonato Brasiliano: o Fluminense sai diante do placar, porém nunca consegue aguentar a superioridade. Pouco mais de dois minutos depois o gol de Keno, o São Paulo empatou.

Bobadilla fez o gol de empate do São Paulo contra o Fluminense (IconSport)
Bobadilla fez o gol de empate do São Paulo contra o Fluminense (IconSport)

Jamais é realizável expor que nunca foi singular filme reiterado. Salvo possuir ofertado mais uma esfera na rede a singular justador, o Flu viu seu arrumação malograr novamente. Fábio, que já havia oferecido sustos antes, errou passe fácil na abalada de jogo, em recuo de Martinelli. Juan roubou, deixou o goleiro derrubado e passou para Bobadilla empatar.

Diniz e Luciano discutem porquê criador e fruto, e perito é exceptuado

A inventário entre Fernando Diniz e Luciano é antiga. O agressor foi jogador do treinador no Fluminense e no São Paulo, adversários da noite. Os dois continuamente tiveram singular fraternidade quase de criador e fruto. Todavia aparentemente, a narrativa teve singular níveo esta noite.

Tudo começou quando Manoel caiu com compaixão e jogou a esfera para salvo. Uno dos gandulas do MorumBIS, francamente treinados para isso, porquê mostrariam em todo o jogo, devolveu a esfera depressa para Luciano estugar a cobrança do lateral. Foi quando o perito Fernando Diniz, de prancheta na mão, correu e gritou para evitar o agressor do São Paulo, que nunca gostou.

Uma comuta de xingamentos se iniciou anexo a singular entrevero entre os jogadores dos dois times, incluindo reservas do Fluminense. Passados alguns minutos em que Anderson Daronco nunca e envolveu, o perito tampouco perdeu a aberta de apresentar seus mesocarpo para a televisão. Uno amarelo para Luciano e singular rubente para Diniz, que ficou indignado — com o agressor e igualmente com o juiz.

Anderson Daronco expulsou Fernando Diniz após confusão com Luciano em São Paulo x Fluminense - Foto: Icon sport
Anderson Daronco expulsou Fernando Diniz depois atrapalhação com Luciano em São Paulo x Fluminense – Foto: Icon sport

Exceptuado, deixou o vale xingado pela estopim do São Paulo, que, por outro renque, exaltou seu jogador.

John Kennedy rodeio no Fluminense, que nunca melhora

O Fluminense voltou do distância ainda mais desfigurado. Reintegrado para romaria à São Paulo, John Kennedy entrou no sítio de Martinelli e mudou o configuração da equipe em vale.

Com quatro atacantes — fora Marquinhos, jogador da disposição —, o Flu tentava repuxar a traço de resguardo do São Paulo para trás. Todavia nunca conseguiu. Ali disso, perdeu um tanto na marcação no meio-campo, pois Lima já tinha amarelo e Alexsander recebeu outro na sequência.

Ainda assim, quase fez o segundo: aos seis, Diogo Barbosa cruzou da esquerda e Arias emendou uma petardo de primeira que tirou tinta do gol de Rafael. O São Paulo balançaria as redes aos 24, com Luciano, porém o perito de vídeo chamou Daronco, que viu as imagens e deu pouquidade em Lima. Todavia nem com Guga e Terans em vale, e Marquinhos no doesto, o Fluminense melhorou.

São Paulo aproveita outra irregularidade do Fluminense e vira

O jogo foi caridoso no MorumBIS, e ficava fim: quem errasse mais, nunca seria absolto. O Fluminense, porquê tem sido em 2024, errou mais do que acertou. E duas falhas seguidas fizeram o time da morada reverter o placar.

À frente, Diogo Barbosa tentou passe aventuroso para incluído da dimensão, sem mendicância, e o São Paulo quase marcou, porém Arias mandou para escanteio. Na cobrança, aos 38, a resguardo deixou a esfera transpor por grave e Arboleda, na garota dimensão, tirou de Fábio para reverter o placar para os donos da morada.

Fluminense tenta, porém para na trave com Marcelo

O gol fez o Fluminense modificar. Saiu Diogo Barbosa, que falhara, e entrou Marcelo. E o lateral-esquerdo quase empatou. De seu calcante imaculado, que nem é o caridoso, saiu a melhor chance do Flu no segundo período.

Aos 44, o camisa 12 pegou rebote de escanteio e soltou uma petardo que explodiu na trave de Rafael. O goleiro do São Paulo, a essa profundeza, isolado pode entortar e orar. Jamais entrou.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *