Muitas vezes, o futebol nos dá histórias digna de guião de filme. Dá para expressar que uma delas é do zagueiro Mats Hummels nesta quarta-feira (7). O padroeiro do Borussia Dortmund, titular no vice da Champions League de 2013 para o Bayern de Munique, virou herói hoje ao demarcar o gol abonador por revalidar a classificação para mais uma final da competição europeia aos aurinegros. Por outro renque, o Paris Saint-Germain protagonizou mais singular instante negativo em cheio Alameda dos Príncipes, perdendo por 1 a 0.

O gol só desta quarta veio aos quatro do segundo temporada por singular desacerto do brasiliano Marquinhos, ídolo do PSG, que tentou desandar Gianluigi Donnarumma e mandou direto para escanteio. Na cobrança, Julian Brandt levantou na segunda trave, onde Hummels venceu a marcação para escorar para as redes.

Em dia de herói, quase que o zagueiro bombeiro deu o fomento que faltava para o proprietário da moradia convencionar antes dos 20 da lanço final, quando deu singular carrinho em Ousmane Dembélé na chegada da dimensão e o louvado marcou pênalti. No entanto, mudou apressadamente a brocardo e o VAR confirmou. Na escassez, Marca Asensio cobrou no especial camarada.

O PSG pressionou, acertou a trave quatro vezes e passou perto de empatar. Jamais aconteceu, e Kylian Mbappé, em outro dia inferior, provavelmente fez sua última exibição na Champions velo grémio parisiense, já que deve jogar no Genuíno Madrid na próxima período.

Presentemente, o Dortmund vai novamente para Wembley, mesmo tablado da brocardo de 11 anos detrás, em 1º de junho, podendo arrostar novamente o Bayern, evento eles vençam o Genuíno amanhã, no Redondel Santiago Bernabéu.

Luis Enrique move Mbappé para a bico, e Dortmund sem mudanças

É o afamado em time que ganha nunca se mexe. Edin Terzić adotou esse percurso e mandou os mesmos 11 jogadores para o Alameda dos Príncipes.

Do outro renque, Luis Enrique teve que debutar com Lucas Beraldo na resguardo, já que Lucas Hernández sofreu uma baixo ferimento ligamentar na ida. Igualmente efetuou uma diferença necessário no abuso. O craque Mbappé entrou de bico (flutuando para incluso e dando o galeria para Nuno Mendes) para Gonçalo Ramos ser o centroavante da equipe. Com isso, em confrontação ao avante jogo, Bradley Barcola perdeu extensão.

PSG nunca cria zero no 1º temporada e é fora por Donnarumma

As estatísticas do avante temporada, todas favoráveis ao PSG, nunca contam a conto da primeira quinhão da rodeio da semifinal. O grémio de Paris realmente teve mais a esfera, todavia distanciado de haver o controle terminante e bem menos levar risco contra a resguardo opoente. Jamais houve uma amplo mediação de Gregor Kobel, que isolado encaixou bolas facéis. A chance mais clara foi uma batida de excepto de Fabian Ruiz, em seguida humano passe de Mbappé, desviada por Nico Schlotterbeck e que quase tomou o sorte do gol.

O Dortmund fez singular jogo sazonado. Soube pegar a esfera e apressar em alguns momentos, mormente pela dextra com Jadon Sancho. Talhada igualmente para contra-atacar, emplacou a maior ensejo dos 45 iniciais. Em jogada vertical, Karim Adeyemi carregou até a dimensão e, mesmo contrariado pela marcação, bateu cruzado para Gianluigi Donnarumma conceder singular tapa mago na esfera. Mesmo com a superioridade, os alemães nunca isolado se defenderam, velo menos nesse franqueza.

Franceses param na trave e acabam eliminados

Jamais dá para expressar que o PSG nunca tentou na lanço final, isolado nunca foi de feição bem organizada. A equipe francesa buscou o gol por quase todo segundo temporada, e, antes mesmo do gol do Dortmund, carimbou a trave com Warren Zaïre-Emery. Esse guião dos postes defendidos por Kobel seria reiterado mais três vezes. De distanciado, Nuno Mendes tentou e mandou no calcante do coluna. Após, mesmo que tenha explodido no travessão, o goleiro do Borussia foi vital para sobrestar Mbappé quase na garota dimensão. Ainda teve temporada para Vitinha atingir o mesmo local, em outra arriscada de distanciado.

A pressão foi absoluta, desorganizada, e o gigante germânico se segurou até a classificação. Poderia permanecer até amanhã, o time de Terzic veio para Paris para surgir na brocardo da Champions.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *